TREINAMENTO DE LIDERANÇA: POR QUE DEVO INVESTIR?

Investir num treinamento de liderança é o que separa empresas vencedoras daquelas que tinham um grande futuro pela frente, mas ficaram presas ao passado. Se acomodaram, não combateram a crise, se contentaram com o bom ao invés de buscar o excelente.

Toda empresa precisa de não um, mas vários líderes, e em todos os setores, para ter êxito. E despertar em cada profissional esta capacidade de liderar, de mover a tropa, de conduzir uma equipe ou um projeto para o sucesso, é um de meus maiores talentos.

Há 3 meses, apliquei um treinamento de liderança numa indústria de aromas para ambientes. Hoje, o diretor comercial me telefonou para agradecer, pois as vendas aumentaram 25%. E o que a liderança tem a ver com isso? Tudo!

Líder não é só aquele que exerce cargo de mando. O chefe! O patrão! O diretor!

Líder também é aquele que, diante de um desafio, consegue encontrar a melhor solução, num curto prazo de tempo, e colocá-la em prática com sucesso.

Líder é aquele que se arrisca. É quem tenta o incomum. É quem faz tudo para alcançar o melhor resultado.

E por que investir num treinamento de liderança? Bom, um vendedor orientado por mim consegue aprender a buscar inspiração, desenvolver a criatividade, planejar e disseminar as boas práticas entre a equipe.

Eu começo com um despertar. E esse despertar ilumina, também, o colega do lado, e assim por diante…

Um vendedor que passa por um treinamento de liderança aprende a se relacionar melhor com os colegas e, também, com os clientes. Ele passa a ver o consumidor não mais como uma carteira cheia de dinheiro. E sim como alguém que torce para o Corinthians, toca guitarra, tem 3 filhos e adora comida japonesa. As conversas sobre pontos em comum aproximam, melhoram o relacionamento. E a consequência imediata é o aumento das vendas.

O diretor da indústria de aromas para ambiente me convidou para aplicar o mesmo treinamento com a equipe de compradores, os profissionais que negociam a aquisição de matéria-prima junto aos fornecedores. A empresa acredita que, com o despertar do sentimento de liderança, estes funcionários, em pouco tempo, farão transações melhores, reduzindo os custos operacionais. E em época de crise econômica, gastar menos é fundamental.

Liderar!

Inspirar!

Agir!

Empresa que deseja melhores resultados não pode subestimar o poder destas qualidades e de um bom treinamento de liderança!

 

 

 

 

 

 

 

O PODER DE COMEÇAR BEM O DIA

Começar bem o dia tem um efeito energético positivo. Existem muitas teses e estudos tentando explicar porque as pessoas acordam de mau humor. Foi a noite mal dormida ou foram poucas horas de sono ou é uma falta de vontade de encarar repetidamente os mesmos problemas, dia após dia.

Eu, Dimitrios Asvestas, um estudioso do comportamento humano, não tenho vergonha em dizer que não faço ideia dos motivos que levam alguém a acordar irritado frequentemente. Agora, o que eu sei é que esse hábito precisa ser modificado com urgência, pois leva o ser humano a uma existência bem menos plena.

No meu trabalho como mentor holo-sistêmico, sempre oriento as pessoas sobre a importância de começar bem o dia.  Sair da cama num sentimento de gratidão, de positivismo, sabendo que as coisas realmente vão dar certo.

Mas O QUE vai dar certo? Aquilo que está na sua mente. É preciso haver o desejo de algo a ser realizado. Você tem que crer naquilo que vai acontecer.

Tudo no universo se realiza pelo poder da palavra, pelo poder daquilo que você diz. Se voltarmos aos primórdios da criação do mundo, veremos que o universo foi feito pelo verbo: haja luz. Faça-se em mim segundo tua palavra. E tudo surgiu. Aquilo que você fala, vibra e se realiza.

Começar bem o dia é importante porque seu espírito vai sendo tomado por um sentimento de felicidade. E mesmo que as coisas andem ruins, aos poucos, elas começam a melhorar.

A vida é cíclica. E, a cada 7 anos, pede um posicionamento, uma definição, e você tem que dar um salto quântico, precisa crescer, melhorar, ser uma oitava acima mais feliz. Porque, agora, você tem mais experiência.

Mas você não percebe e vai levando a vida num atropelo.  Num mau humor. Com uma força negativa te jogando pra baixo. Pare com isso.

A fonte de tudo é deus, que está dentro de você, e não lá na igreja. Quer conversar com o criador para saber que decisão tomar? Basta ficar em silêncio, se recolher, meditar. E aí você vai entender.

Faça o teste. Amanhã, quando abrir os olhos, por mais cedo que seja, por mais tarefas que tenha, tente pensar em tudo positivamente. Sorria. Lembre-se de tudo o que te faz feliz. Tenho certeza de que você sentirá o poder que começar o dia bem exerce sobre a vida!

 

 

EMPRESA DEVE TREINAR OS VENDEDORES PARA MOSTRAR VALOR AO INVÉS DE PREÇO

Qual a diferença entre preço e valor?

– Preço é a soma de todos as despesas, acrescida da margem de lucro do vendedor.

– Valor é quanto os consumidores aceitam pagar por um produto, com base em critérios que são muito particulares para cada um deles. Porém, os mais comuns são tradição (a marca é antiga, familiar) qualidade (o produto é bom, é acima da média), afetividade (eu tenho boas lembranças relacionadas a ele), singularidade (é um produto único, ou difícil de se encontrar) e fidelidade (eu sempre compro, pois é minha marca preferida).

Vejam que o valor é muito mais complexo do que o preço. Por que, então, treinar os vendedores para ficar discutindo centavos, ao invés de valorizar os diferenciais do produto? Por que colocar a marca na prateleira, ao invés de inventar um jeito especial de exposição que atraia os olhares de todos os clientes?

Quando sou chamado para treinar os vendedores, Brasil afora, procuro, justamente, provocar reações que tragam uma mudança permanente de mentalidade. Vendemos valor. E não preço.

AS ESCULTURAS DE CAFÉ

Uma indústria de café me pediu para treinar os vendedores, com objetivo de aumentar a comercialização dos produtos. O trabalho começou por entender as dificuldades da equipe, os obstáculos no caminho, os argumentos contrários à marca.

Mas o fundamental foi despertar no time aquela criatividade escondida. Dar a eles a liberdade de sugerir e implantar algumas ideias. Fazer com que percebessem que suas opiniões são importantes e muito úteis.

Os vendedores começaram a criar esculturas com o café. O estádio Pacaembu. Uma locomotiva. Um caminhão. Uma casa. E as vendas explodiram. Eu sei… criar modos diferentes de expor os produtos não é nenhuma novidade. Mas o que fiz foi treinar os vendedores para pensar e agir diferente todos os dias. Para sempre.

Hoje, eles chegam num supermercado e vão ao gerente ou dono mostrar fotos do que fizeram em outros pontos de venda. Porém, nesse momento, ao exibir as imagens no celular, os vendedores já observaram a área, mentalizaram a estratégia e verificaram o estoque. O planejamento foi feito e está em ação. Não é um improviso.

Eu ajudo cada vendedor a construir esta estratégia de ação em sua mente. Agora, a equipe desta indústria chega no mercado e diz que vai deixar duas toneladas de café. E o gerente topa, pois sabe que vai vender. Enquanto isso, o concorrente deixa apenas 50 quilos na loja. E o produto fica encalhado.

Isso é vender valor. Se você continuar negociando preço, vai ter dificuldades. Pois sempre haverá um concorrente com um preço mais baixo.

Quer treinar os vendedores da sua empresa? Precisa de uma mudança de mentalidade?

A equipe da Thor Mentoria está pronto para aumentar suas vendas.

 

 

 

COMO OS MELHORES MENTORES DO BRASIL TRABALHAM?

Os melhores mentores do Brasil são como o torcedor na arquibancada de um estádio de futebol. Lá do alto, ele observa a partida e conclui que o gol teria saído se o volante lançasse a bola para o ponta-direita, que estava menos marcado, e não para o centroavante. Ele tem certeza que o seu time é lento nos contra-ataques porque o zagueiro tenta sair jogando pelo lado esquerdo, quando é óbvio que avançar pelo meio é o melhor caminho. Dentro do campo, os atletas não percebem tudo o que acontece. Já arquibancada, o torcedor mais atento enxerga o todo.

O jogador é você, que não enxerga o óbvio. O torcedor é o mentor, que observa tudo o que acontece ao redor, analisa as possibilidades e te convida a fazer um planejamento que resolva toda a sua vida, e não um problema específico.

Eu, como mentor, tenho a visão de fora, a visão maior, a visão de tudo, a visão holístico- sistêmica. Eu olho para onde está o vento e digo “cara, você está indo para o lugar errado. Você está na corredeira, dentro do barco, no rafting, e a única coisa que pode fazer é tentar não se afogar, pois não consegue mais saber para onde vai”.

Do que adianta focar na solução de um problema financeiro se sua mulher pediu o divórcio porque não aguenta mais o seu mau humor? E de que serviria mudar seu comportamento, achar o equilíbrio, dedicar tempo para reconquistar sua esposa, se os problemas financeiros continuarem se acumulando, te levando para um buraco cada vez mais sem saída?

Não adianta nada. Os melhores mentores do Brasil entendem que só tratando o indivíduo e todo o seu universo é que o trabalho terá efeito prático e plantará benefícios permanentes.

Um coach, por exemplo, usa ferramentas para o sujeito ir para um lugar, mas será que esse lugar e todo o resto que vem na lateral estão ok? Os melhores mentores do Brasil não focam no lugar. Focam é nas laterais. Acima e abaixo, na empresa e na família, no material e no espiritual, no presente e no futuro. De novo: nós, mentores, para ajudar as pessoas, cuidamos do todo.

O DOM E AS ESCOLHAS

Querem ver um problema muito comum entre os clientes dos melhores mentores do Brasil? A escolha da profissão. Algo que assusta muitos jovens. E eu sei disso, pois faço um trabalho de orientação com mais de uma centena de adolescentes na Associação de Rotarianos de Guarulhos.

Cada um tem um dom. Tem gente que tem o dom da culinária, e não adianta colocar o sujeito para vender sapatos. Ele não sabe, ele será um fracasso. Porém, pode cozinhar três dias seguidos fazendo receitas maravilhosas, sem errar um só tempero. Tudo fica saboroso.

A maioria das pessoas não exerce seu dom. Faz outra coisa para ganhar dinheiro, ou porque a família mandou, ou por qualquer outra conveniência, mas sem gostar daquilo.

O jovem queria ser assistente social, pois gosta de falar com pessoas, de conversar, de ajudar. Os pais são contra e explicam, todos os dias, até destruir todos os sonhos do filho, que ele precisa escolher outra profissão mais rentável.

Neste momento, um mentor holo-sistêmico encontraria uma solução para o todo: as necessidades de ajudar, de dialogar e se sustentar. Um exemplo: o mentor o orienta a cursar a faculdade de Direito, para ser advogado, pois vai falar com muitas pessoas, vai ser feliz e vai ganhar dinheiro também. Tudo resolvido.

MENTORIA HOLO-SISTÊMICA

E você? Sua vida está em equilíbrio? Há algo que eu possa fazer para te auxiliar? Deixe sua pergunta nas mensagens. Ou mande um e-mail, telefone.

O meu projeto de vida é ajudar pessoas como você!

NUNCA DIGA: EU PRECISO DE DINHEIRO

O universo tem bons ouvidos, porém não é flexível na interpretação do que escuta. Quando você diz a alguém, ou a sim mesmo, “eu preciso de dinheiro”, o que você recebe?

– Dinheiro?

– Oportunidades?

– Prêmios?

– Mais trabalho?

A resposta é… nenhuma das alternativas. Se você fala “eu preciso de dinheiro”, o universo te entrega PRECISÃO. Te dá necessidade. Seus bolsos e sua conta bancária continuarão vazios.

O universo é literal. Ele não compreende que você está pedindo grana, implorando centenas ou milhares de reais.

É como errar um dos números do seu CEP, o código de endereçamento postal utilizado pelos Correios e Telégrafos. Basta um dígito incorreto e sua carta, ao invés de ir para o Rio Grande do Sul, vai chegar lá no Maranhão.

Você faz uma colocação errada. E ao invés do que pediu, recebe aquilo que não quer: mais precisão ainda. Mais necessidade ainda.

Portanto, quem passa a vida dizendo “eu preciso de dinheiro”, vai envelhecer sem ele.

O MEU LAND ROVER

Eu tenho um Land Rover verde. Eu só não o comprei ainda. Mas eu tenho. E é lindo. Sempre que eu posso, entro na concessionária para potencializar essa informação e esse desejo. E como faço isso? Experenciando.

O universo não sabe o que é um Land Rover verde. Eu preciso mostrar a ele. Então eu sento naquele banco de couro, respiro o aroma de carro novo, coloco as mãos na direção e agradeço por ser dono do veículo. Eu transfiro as sensações para o meu emocional. Encho meu cérebro com o sentimento de gratidão. Agora, é uma questão de tempo para ter este carro na minha garagem.

O meu Land Rover verde é a foto de capa do meu celular. Olho para ele várias vezes ao dia. E nas últimas semanas, vejo carros iguais no prédio da minha namorada, no estacionamento do shopping, no caminho para o mercado. Ele está cada vez mais próximo. Ainda não sei como, mas o universo irá fazer a entrega em breve.

EU PRECISO DE DINHEIRO

Ao invés de dizer “eu preciso de dinheiro”, diga logo o que você quer. As palavras têm força. Use-as com cuidado e sabedoria.

E lembre-se: o universo corresponde aos seus DESEJOS.

 

SAIBA COMO TER SUCESSO NUMA FEIRA DE NEGÓCIOS

Para ter sucesso numa feira de negócios, é preciso treinar. O maior erro que as empresas cometem é imaginar que basta colocar seus melhores vendedores dentro do espaço de eventos e pronto: a mágica estará feita, clientes cairão do céu, novos e excelentes contratos serão fechados. Nada disso, amigos. É justamente o contrário:

– A melhor empresa, com o melhor produto, pega o Pelé e o Maradona das vendas, chega na feira e… FRACASSA!

Porque eles são craques, mas subestimaram a importância do treinamento específico para a competição. Uma coisa é ser o melhor dentro da loja ou no relacionamento com aquele que já é cliente. É ser excelente vivendo uma rotina já conhecida. A outra, completamente diferente, é ter o mesmo desempenho em ambiente estranho e constituído para outras finalidades.

Ter sucesso numa feira de negócios depende de focar em alguns pontos específicos, que eu costumo explicar em minhas palestras motivacionais dentro de empresas. Algumas companhias, inclusive, me contratam para falar com os vendedores uma ou duas horas antes da feira começar, para o conhecimento ficar fresquinho e ser aplicado imediatamente. O resultado é muito positivo.

E o que acontece com as empresas que gastam uma fortuna em passagens aéreas, hospedagem, diárias, espaço no evento, decoração do estande, material promocional e não treinam seus vendedores especificamente para a feira? Nada. Elas não fazem negócios.

Estes eventos costumam ser realizados em grandes metrópoles, cheias de atrações turísticas. Para muitos participantes, é uma oportunidade única de lazer. O vendedor, antes de ser profissional, é ser humano, e quer se divertir. Ele chega com a ideia de conhecer São Paulo, de ir ao shopping, de andar pela 25 de março, de ver as novidades tecnológicas na Santa Ifigênia, de atravessar a Avenida Paulista de ponta a ponta. A feira passa a ser um obstáculo para que ele atinja seus objetivos, e ele começa a olhar o relógio com mais frequência, rezando para os ponteiros correrem.

Dá para ter sucesso numa feira de negócios assim? Claro que não.

Outro perfil muito comum é o do vendedor que fica encantado com a própria feira, com o gigantismo do evento. Ele diz que vai ao banheiro e só volta duas horas depois, porque “a fila estava grande” ou “se perdeu”. Na verdade, aproveitou a escapadinha para visitar os outros estandes, degustar as amostras grátis e fazer contatos. Enquanto isso, 200 clientes passaram pelo seu espaço e foram embora sem um atendimento qualificado. E você, empresário, que investiu um dinheirão para colocar sua marca na feira, pode começar a contabilizar os prejuízos.

Não seria melhor direcionar um pedacinho desse investimento para um treinamento que faça o vendedor entender a importância da feira e coloque alguns gatilhos motivacionais em sua mente?

Para ter sucesso numa feira de negócios, é preciso foco no atendimento. Falar olho no olho com quem entra no estande. Encantar o possível cliente e estabelecer uma relação de confiança que vai gerar frutos semanas ou meses depois. Aproveitar o momento único criado pelo evento.

Eu tenho treinado muitos vendedores de sucesso em minha jornada pela mentoria holo-sistêmica. Se há uma feira de negócios no horizonte da sua empresa, conte comigo!